domingo, 28 de abril de 2013

Aquisições de Abril

Embora o mês não tenha ainda terminado já não faltam muitos dias para tal, e como o orçamento - puff!! - já se foi, posso desde já anunciar ao mundo os livros que foram adquiridos no mês das águas mil.

No que aos livros diz respeito, Abril foi um bom mês. Entre promoções, compras regulares e prendas de aniversário posso contar com dez novos amigos.

Aproveitando uns preços daqueles que gostamos e que a crise quase obriga, da Bertrand vieram:

Sinopse:
"Um violento surto de homicídios em série está a tumultuar o prestigiado Ariel College, em Cambridge. Os alunos vivem num clima de suspeição e terror desde que foi encontrado o corpo da primeira colega assassinada. Nenhum aluno está a salvo, e Mathew Denison, o psiquiatra forense que colabora com a polícia na tentativa de desmascarar o assassino, sabe-o melhor que ninguém. Para chegar à verdade, Denison explora o subconsciente de Olivia Corscadden, a aluna que guarda na sua mente a identidade do homicida. Um thriller psicológico magnético, onde o realismo e o suspense da investigação criminal atingem proporções quase insustentáveis."



Sinopse:
"Philip Marlowe conhece Terry Lennox numa altura em que este atravessa uma fase pouco positiva da sua vida. A amizade entre os dois vai-se aprofundando e o detective Marlowe decide ajudar o novo amigo… Uma noite Lennox aparece em casa do detective pedindo-lhe que o leve de carro ao aeroporto de Tijuana. Desconfiando do que poderá ter-se passado, Marlowe aceita recusando-se a saber os motivos da fuga. No regresso o detective é preso, acusado de cumplicidade no assassínio da mulher de Lennox. Ao fim de três dias é libertado. Lennox ter-se-ia suicidado, deixando uma carta em que confessa o assassinato da mulher. Mas o detective não acredita naquela versão dos factos e decide investigar o caso por conta própria, envolvendo-se em sórdidos segredos da fervilhante Califórnia dos anos 50. Um livro empolgante que levará o leitor a um desfecho surpreendente."



Sinopse:
"James Patterson é um dos grandes mestres da arte do thriller, e as suas obras tornam-se, invariavelmente, estrondosos bestsellers internacionais. Neste seu romance, somos invadidos por uma espécie de fascínio negro e sedutor que emana da protagonista, Nora Sinclair, uma autêntica femme fatale ao estilo dos anos 40, que deixa atrás de si um rasto sinistro de homens mortos em circunstâncias misteriosas. E quando John O’Hara, agente do FBI, se vê envolvido na investigação do caso, rapidamente cede ao magnetismo da sua beleza sensual e mortífera. Obcecado, rendido, deixa-se apanhar nas malhas daquela Viúva Negra insaciável, e acaba por desvendar toda a verdade… da pior maneira possível! A Noiva Assassina foi distinguido com o International Thriller of the Year 2005 pelo grupo Bertelsmann"



Sinopse:
"Considerado pelo jornal The New York Times «brutal e ao mesmo tempo credível», A Dália Negra, romance de 1987, vai subir ao grande ecrã, dia 21 de Setembro, com distribuição da Lusomundo. Realizado por Brian de Palma, conta nos papéis principais com a interpretação de Scarlett Johansson, Hilary Swank e Mia Kirshner. James Ellroy, um dos mais conceituados escritores americanos, obcecado pelo próprio homicídio da sua mãe, baseou-se num caso verídico para construir uma narrativa sobre dois polícias de Los Angeles que, na década de 40, se deparam com o horrível assassínio de Elizabeth Short, uma jovem aspirante a actriz cujo corpo apareceu mutilado e com sinais evidentes de tortura dias antes de ser encontrado. Apesar das intensas investigações, o caso da rapariga que utilizava uma dália negra no cabelo, nunca acabou por ser desvendado, passando a figurar na história da América como uma autêntica lenda."


No dia do livro, para aproveitar a promoção da Wook (que afinal é boa mas não tanto como inicialmente pensei - defeito meu, só pode) encomendei e já chegaram:

Sinopse:
"Em Não Sou Um Serial Killer, ficámos a conhecer John Wayne Cleaver, um rapaz bem-comportado, tímido, reservado (e obcecado com a morte, mais especificamente com homicídios), que salvou a sua cidade de um assassino ainda mais aterrador que os serial killers que estuda obsessivamente. 
No entanto, como rapidamente descobre, até os demónios têm amigos, e o desaparecimento daquele que John matou atraiu outro monstro ao condado de Clayton. As suas vítimas vão aparecendo na casa mortuária onde John trabalha, e ele tenta resolver o mistério, uma vez mais. Desta vez, contudo, há uma diferença: John já provou o sabor da morte, e a parte mais escura da sua personalidade pode descontrolar-se, com consequências imprevisíveis mas muito perigosas. 
Ninguém em Clayton estará seguro se John não conseguir derrotar estes dois adversários tremendos: o demónio desconhecido que tem de caçar, e o seu próprio demónio interior - a criatura sedenta de sangue a que ele chama «Senhor Monstro»…"




Sinopse:
"John Wayne Cleaver é um rapaz bem-comportado, tímido, reservado (e obcecado com a morte, mais especificamente com homicídios), que estuda obsessivamente serial killers e passa os tempos livres a trabalhar na casa funerária da família. A morte parece fazer parte indelével da sua vida; talvez por isso John tenha desenvolvido os poderes de dedução que lhe permitiram salvar a sua cidade do ataque de assassinos (literalmente) demoníacos.
Em Não Te Quero Matar, John Wayne Cleaver apercebe-se de que a única maneira de pôr fim a estes ataques é fazer frente aos demónios que mataram tantos dos seus amigos e vizinhos.
Para isso, vai ter de desafiar uma das criaturas mais perigosas com que já se deparou; e os demónios nunca fazem jogo limpo…
Um thriller sobrenatural irresistível, com um dos protagonistas mais inesquecíveis deste género."




Sinopse:
"David Gurney sentia-se quase invencível... até que esbarrou com o assassino mais inteligente que alguma vez teve de enfrentar.
Duas semanas é o prazo que Dave Gurney - inspetor de homicídios recém-reformado da Polícia de Nova Iorque e protagonista do primeiro romance de John Verdon, Pensa Num Número - se impõe para resolver um caso intrigante que lhe chega às mãos: uma jovem noiva é decapitada durante o copo-d'água, rodeada por centenas de convidados. Não há testemunhas, arma do crime ou qualquer pista do assassino. Um desafio ao qual é impossível resistir. Mas a que custo?
Todos os indícios apontam para o novo jardineiro, um homem misterioso e conturbado, mas nada se encaixa - nem o motivo, nem a ausência da arma do crime e, acima de tudo, o cruel modus operandi. Deixando de lado o óbvio, Gurney começa a ligar os pontos longe de imaginar que está prestes a travar uma batalha épica com o pior dos inimigos, um sádico implacável, que não hesitará em arrastá-lo para a beira do precipício e, pior... à sua mulher, Madeleine."



Como se já não bastassem estas maravilhas deliciosas, como prenda de aniversário tive direito a mais três:

Sinopse:
"Depois de treze anos de vida desregrada no Québec, Hugo, um contrabaixista de jazz, decide tirar um «ano sabático» e regressar a Lisboa, onde espera reencontrar o equilíbrio junto da família. Porém, logo numa das primeiras noites, assiste ao concerto de Luís Stockman - um pianista que se tornou recentemente famoso -, e a almejada paz transforma-se no pior dos pesadelos: Stockman toca um tema inédito que Hugo conhece bem demais, pois é o mesmo que vem escrevendo há anos na sua cabeça…
Quando o começam a confundir na rua com o pianista - e a própria mãe lança a dúvida sobre a sua identidade -, Hugo encetará uma busca obsessiva da verdade e do seu duplo, entrando num labirinto de memórias e contradições que o conduzirá a um destino muito mais funesto do que imaginara ao deixar Montreal. É nessa mesma cidade que Stockman desaparecerá, curiosamente, mais tarde, segundo nos conta o seu melhor amigo - o narrador deste romance - a quem cabe agora desmontar os acontecimentos, destrinçar fantasia e realidade e enfrentar as assustadoras e macabras coincidências que unem, como num espelho, a vida dos dois músicos."




Sinopse:
"Um agente secreto de Hitler, um assassino frio e profissional com o nome de código «Agulha», vê-se envolvido na manobra de diversão dos aliados que antecede o desembarque militar em França. Estamos em 1944, a semanas do Dia D.
O Estilete Assassino é um arrebatador bestseller internacional em que o destino da guerra assenta nas mãos de um espião, do seu adversário e de uma mulher corajosa."




Sinopse:
"Para se deslocar ao laboratório de um velho professor com fama de homem da Renascença do nosso tempo, um técnico informático apanha um elevador, lento ao ponto de uma pessoa não saber se está a subir ou a descer. À chegada, é recebido por uma jovem bonita e rechonchuda. O programador segue atrás da mulher vestida de cor-de-rosa por corredores que nunca mais acabam e por caminhos subterrâneos, aspirando profundamente a fragrância de melão que a nuca dela exala. No entanto, nem sequer ouve o rumor da respiração e é como se as palavras que lhe saem da boca chegassem aos seus ouvidos através de uma espessa parede de vidro. Às tantas, parece-lhe que a jovem de formas arredondadas terá dito qualquer coisa como «Marcel Proust». Marcel Proust? Bem-vindos ao impiedoso país das maravilhas. 
Numa pequena e fantasmagórica cidade, rodeada por uma muralha que a separa do resto do mundo, vivem seres humanos privados da sombra e dos sentimentos. Habituados desde há muito a conviver tranquilamente com a ausência de emoções, todos se mostram satisfeitos e em paz. Ninguém envelhece, ninguém morre. A que se deve tal proeza? Aparentemente, ao facto de não terem coração. Com efeito, as pessoas deixam de ter sombra mal passam a viver dentro das muralhas. A esta cidade nos confins do mundo chega um jovem de trinta e cinco anos, que tem por missão ler «os velhos sonhos» nos crânios dos unicórnios. Com a ajuda da bibliotecária, que revela um apetite prodigioso até dizer basta, o programador propõe-se recolher recordações e fragmentos de outras vidas, pertencente a uma outra possível dimensão."



Como tinha dito... um grande mês. :)

E vocês o que têm adquirido?
Como andam essas estantes?

Boas leituras a todos.

15 comentários:

Isa bel caldeira disse...

Bem! Excelentes aquisições Nuno. Destes que aqui tens só tenho A Dália Negra que já comprei tem algum tempo numa excelente promoção. Quanto aos outros estão na lista, não sei é quando os vou conseguir comprar :S Boas leituras Nuno

André Nuno disse...

Olá, Isabel.
Obrigado pela visita. :)

Estou muito expectante em relação aos do Wells, Verdon, Follett e, claro, Murakami.

Boas leituras também para ti!

Nexita disse...

A noiva assassina parece-me bem!!!

André Nuno disse...

Nexita,
esse é muuuuito promissor!
Estou ansioso por me dedicar a ele de corpo e alma! :D

Mónica Durão disse...

Olá ;) Vim conhecer aqui o teu cantinho e gostei:) Fiquei ali de olho no Noiva Assassina e Os Rostos do Mal... principalmente no segundo... Depois vais dar opinião sobre ele? Eu este mês também foi bom, mais uma vez sempre à caça das promoções.. se quiseres ver (e quem quiser... ) - http://cowworld.wordpress.com/2013/04/28/aquisicoes-deste-mes-miminhos-para-o-esposo/

Beijinhos e boas leituras

André Nuno disse...

Olá Mónica.
Obrigado pela visita. :)
Sim, dou opinião. Normalmente vou fazendo comentário acerca do que eu penso acerca dos livros que leio. Assim, sempre que termino uma leitura venho aqui colocar uma opinião e depois troco ideias com os meus leitores. :)
Vou já espreitar o teu cantinho.
Beijinhos e boas leituras!

Verovsky disse...

Belos livrinhos! Estão aprovados :D

Cristina Torrão disse...

Interessa-me muito o João Tordo, que ainda não li. Estou a planear comprar algo dele na minha ida breve a Portugal. Costumava aproveitar a Feira do Livro do Porto para adquirir os livros a preços mais baixos. Saía de lá sempre com uma grande sacada de livros. Mas, este ano, parece que não há nada para ninguém :(

Mudando de assunto: como posso contactá-lo por mail, caro André? Responda-me aqui, ou, se preferir, envie-me um mail para andancas@t-online.de (link direto no meu blog ;)

Sidalina Oliveira disse...

Parece-me que são todos livros policiais ! Não é o meu forte, mas gostei de da sinopse de " A Noiva Assassina" estou tentada em comprar. Tenho o livro " Estilete Assassino " de Ken Follett e adorei, fascinante mesmo !!!!

André Nuno disse...

Vera,
obrigado! Se tu os aprovas é meio caminho andado para que sejam bons.
Vou ver se faço a metade do caminho que falta... LOL :)

Cristina,
Este ano parece que não há Feira do Livro. Sinais dos fracos e pobres tempos em que vivemos.
Envio-lhe de seguida o meu e-mail.
Obrigado pela visita.

Sidalina,
são a maioria, mas não todos. :)
Ano Sabático de João Tordo, e sobretudo o Impiedoso do Murakami não se enquadram no género.
Também fiquei fascinado com a sinopse do Noiva Assassina. Curiosamente aconselharam-me a não comprar mas com aquela introdução ignorei o conselho e quero ver com os meus olhos.
O Estilete Assassino é o livro que estou a ler de momento. Em breve teremos opinião. :)
Obrigado pela visita!
Boas leituras.

CMachado disse...

Olá André!!
Sumi fiquei muito doente, uma virose como diz os médicos mas que me custou uma semana convalescente. Depois ainda demorou curar de todo...
Antes estava trabalhando muuito!!

Os policiais, estou com muita vontade de voltar a eles, por enquanto programa predileto da tv são os policiais, CSI, NCIS Investigação Criminal, no momento assistindo muito Investigação Discovery. Esse último melhor pois são casos policiais da vida real!!

Por conta das atrapalhações, estou lendo devagar, estou lendo biografia da Sylvia Plath poeta americana que suicidou-se. Junto estou lendo um romance dela "A Redoma de Vidro" é legal ler junto com a Biografia uma obra do autor.

Tenho aqui o Desaparecido do Harlan Coben sei que vou amar comecei a ler tava amando parei e já tem um ano que deixei, provavelmente voltarei por esse policial...

Ah, comecei a ler as memórias (acho que é assim o nome que se dá), da mãe da Madeleine menina que desapareceu no hotel em Portugal, fiquei pegada mas não trouxe. Se eu pudesse ficava 1 ano só lendo biografias adoooro. (rsrs)

Andre, mais para frente vou fazer arranjo p/ ler um livro junto com você. Depois a gente comenta.

Abç ae e boas leituras!!

CMachado disse...

O livro do Harlan Coben que mencionei é "Desaparecido para Sempre".

E o livro sobre a Madeleine comecei a ler na livraria se não comprar vou ficar indo lá ler... (rsrs)

Ficou faltando dizer isso.
Abç

André Nuno disse...

Olá, CMachado.
Espero que já estejas plenamente recuperada. Pelo menos aproveitaste para ler um pouco. :)

Também gosto das séries que falaste.

Biografias não tenho o hábito de ler...

Nunca fiz nenhuma leitura conjunta. Se der para conciliar com os livros que tenho pode ser que seja possível, será caso para depois ver.

Essa história da Madeleine deu aqui muito que falar. A mãe culpa a polícia por não ter feito tudo para encontrar a menina. A Polícia Judiciária (ou pelo menos alguns membros) desconfiaram que os pais e amigos tiveram a ver com desaparecimento.
Nunca se chegou a descobrir o que realmente se passou.

O livro do Harlan Coben parece ser muito interessante. :)

Obrigado pela visita.
Abç e boas leituras. :)

teresa dias disse...

Olá André Nuno,
Excelentes aquisições. Fico a aguarar as tuas opiniões.
Eu, neste mês de Abril comprei menos, muito menos:
- "Ravelstein", de Saul Bellow
- "Homer & Langley", de E.L. Doctorow (já iniciei a leitura)
- "Em parte incerta", de Gillian Flynn
- "A travessia", de Cormac Mc Carthy
Vai ser um Maio de descoberta de novos autores.
Bjs.

André Nuno disse...

Olá, Teresa. :)
Uns meses correr melhor do que outros, frase feita mas nem por isso menos verdadeira. Nas tuas aquisições contam-se livros muito interessantes. Aguardo, particularmente, a tua opinião de A Travessia e Homer & Langley. Parecem distinguir-se. :)
Obrigado pela visita.
Boas leituras!